generalidades

Trabalho mais seguro e saudável em qualquer idade

A Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho apresentou, no final de 2016, as conclusões do seu projeto "Trabalho mais seguro e saudável em qualquer idade", que tem como objetivo analisar as tendências demográficas, os desafios e as estratégias e políticas existentes em matéria de envelhecimento seguro e saudável no trabalho.

O estudo e as suas conclusões foram transformados numa ferramenta de visualização interativa disponível no endereço: https://visualisation.osha.europa.eu/ageing-and-osh#!/.

Consulte o relatório geral e a síntese deste estudo.

Para mais informações sobre este projeto aceda a: https://osha.europa.eu/pt/themes/osh-management-context-ageing-workforce/ep-osh-project

O cartão europeu de seguro de doença

É gratuito, facilita o acesso aos cuidados de saúde nos 28 países da UE e ainda na Islândia, Liechtenstein, Noruega e Suíça.
Um problema de saúde já por si só é penoso, mas associado ao facto de ter de lidar com um sistema de saúde desconhecido e com os custos adicionais de uma emergência torna a situação ainda mais difícil.
O cartão europeu de seguro de doença é muito útil nestas situações dando acesso aos mesmos cuidados de saúde que os cidadãos do país visitado.
Os cidadãos europeus beneficiam de um acordo concluído pelos 28 países da UE e pela Islândia, o Liechtenstein, a Noruega e a Suíça, ao abrigo do qual têm direito às prestações da segurança social quando trabalham, vivem ou viajam num dos referidos países.
O cartão europeu de seguro de doença é gratuito, no entanto tem de já estar coberto por um dos sistemas de segurança social de um dos 32 países atrás referidos.
Para mais informação consulte o site da Segurança Social.

2017 Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento

A 70ª Assembleia Geral das Nações Unidas designou 2017 como o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento (Resolução: A/RES/70/193). 

Neste âmbito a Organização Mundial do Turismo, uma Agência Especializada das Nações Unidas (UNWTO) foi mandatada para facilitar a organização e implementação deste Ano Internacional em colaboração com os Governos, organizações relevantes do sistema das Nações Unidas, Organizações Internacionais e Regionais e todos os restantes envolvidos. 

Este Ano Internacional apresenta-se como uma oportunidade única para o reforço da perceção dos decisores do setor público e privado, assim como do público em geral, da contribuição do turismo sustentável para o desenvolvimento. Pretende, igualmente, mobilizar todos os envolvidos para que trabalhem em conjunto de modo a fazerem do turismo um catalisador de mudança positiva.  

Para mais informações consulte aqui

Capitais Europeias da Cultura 2017 - Aarhus e Pafos

Todos os anos são escolhidas cidades como Capitais Europeias da Cultura. O objetivo é dar a conhecer a riqueza e diversidade das culturas europeias. Esta iniciativa teve início em 1985 e tornou-se um dos eventos culturais mais prestigiados e de alto nível na Europa.

Em 2017, as cidades eleitas como representantes da cultura europeia são Aarhus na Dinamarca e Pafos em Chipre. 

Conheça a programação cultural em Aarhus  e Pafos