revista de administração e emprego público (RAEP)

Nota de apresentação

Essencialmente resultante dos fenómenos da mundialização da economia e das decorrentes alterações no plano cultural, económico, social e político, a complexidade crescente da Administração Pública tem exigido abordagens de estudo que permitam melhor compreender as suas características e evolução, assim como as suas reformas, quer ao nível dos paradigmas que as sustentam quer ao nível da sua operacionalidade.

Em Portugal, a investigação sobre a Administração tem vindo a realizar-se, na maioria das vezes, essencialmente de forma dispersa, com recurso a abordagens científicas de ciências afins, como é o caso do Direito Administrativo, da Ciência Política, da Sociologia, da Economia e da Psicologia. Não obstante a importância destes contributos, a sua sistematização numa linguagem própria torna-se fundamental para que se possa assegurar a transferibilidade do conhecimento para as organizações públicas, bem como para todos aqueles que estudam e participam na operacionalização administrativa. Nos nossos dias, torna-se absolutamente necessário que exista uma visão de Ciência da Administração em que se tratem, com profundidade, os temas mais candentes do funcionamento administrativo nas suas vertentes técnica e organizacional.

Com a criação da "Revista de Administração e Emprego Público" (RAEP), pretende-se fomentar um fórum de discussão técnica e de reflexão sobre a Ciência da Administração, bem como dar a conhecer estudos académicos, trabalhos empíricos efetuados no âmbito de organismos públicos nacionais e internacionais, casos de boas práticas, estudos comparados entre administrações de diferentes países, assim como estudos transdisciplinares que contribuam para a compreensão da realidade da Administração e que ajudem na formulação de políticas públicas e na tomada de decisão. Neste percurso nunca deixaremos de buscar a qualidade e a pluralidade das abordagens.

Na expectativa de que a RAEP constitua um contributo importante para o estudo da Administração Pública, e em nome de toda a equipa que tornou possível este projeto, desejo que esta publicação possa ir ao encontro das dúvidas e inquietações de todos(as) quantos(as) se interessam pela coisa pública.